Setor hoteleiro: medidas de prevenção em tempo de coronavírus

O médico infectologista da Secretaria de Saúde, Eduardo Hage, esclareceu dúvidas em uma conversa online com Ian Ferraz, da Agência Brasília. Confira a seguir:

Quais medidas de limpeza e arrumação dos quartos devem ser adotadas?

Nessas situações recomenda-se que os funcionários que venham a ter contato com os hóspedes ou seu ambiente de moradia utilizem máscara cirúrgica e luvas. Como pode haver manipulação de lençóis e fronhas em serviço de limpeza de quarto, a luva e o uso de máscara protegem as pessoas que fazem a limpeza. Ao entrar e ao sair do quarto onde estão hospedadas essas pessoas é necessário que seja feita a limpeza das mãos com álcool em gel ou com água e sabão. O ideal é que, caso venha ser feita com água e sabão, seja feita fora desse quarto onde vai se proceder a limpeza.

Os funcionários devem ser tranquilizados de que eles não precisam ter medo de adentrar no quarto. Estando no mesmo ambiente daquele ar que está circulando, seja com a pessoa presente ou ausente, não há possibilidade de contaminação.

Como proceder em casos de hóspedes que aguardam resultado de testes para coronavírus hospedado em hotéis?

Em relação aos casos descartados não há nenhum procedimento a ser prosseguido. As pessoas que foram confirmadas ou ainda estão como casos suspeitos devem ser mantidos no ambiente, no quarto, pelo período de isolamento máximo de 14 dias. Nessas situações os procedimentos a serem adotados pelos funcionários foram respondidos na pergunta anterior.

Caso algum funcionário venha apresentar algum sintoma, seja síndrome gripal, tosse ou febre ele deve procurar imediatamente um médico. Funcionários que tiveram contato com esses pacientes, principalmente os considerados casos suspeitos ou confirmados, se não apresentam sintoma e tiveram esse contato de forma protegida, eles podem seguir trabalhando normalmente e ter o cuidado de observar o surgimento de sintomas.

Caso o cliente esteja contaminado pelo vírus, como deve ser o procedimento para ele ser liberado do hotel?

O procedimento para ser liberado é determinado pela autoridade sanitária, pelo médico. De uma forma geral a recomendação é que a pessoa se mantenha em domicílio, no quarto, durante 14 dias, sem transitar pelas demais dependências do hotel e por outras áreas. Após esse período de tempo ele está liberado pela autoridade sanitária.

Como deve ser feito o descarte de lixo dos quartos?

Isso depende de como é feita a logística de coleta e depósito desse lixo. A recomendação é que ele seja posteriormente incinerado, pois quem vir no depósito de lixo manipular esse material pode ter alguma contaminação, uma vez que o vírus pode permanecer de sete horas a alguns dias vivo.

Qual deve ser o procedimento de limpeza do quarto após a saída do hóspede?

Depende do tipo de material e superfície. No geral, para as roupas de cama, travesseiros e fronhas a lavagem deve ser normal, com água e sabão. A recomendação é que seja feita separadamente dos outros quartos, mas não há necessidade de uso de nenhum outro material específico. Para limpeza dos quartos, recomenda-se uso de álcool e água sanitária na concentração adequada.

Fonte: Agência Brasília

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Open chat
1
Olá!
Qualquer dúvida estamos online!
Powered by